Linha Ferroviária Moatize-Nacala | Corredor Ferroviário de Nacala – Moçambique

REVISÃODE PROJETO DE EXECUÇÃO - GEOLOGIA, GEOTECNIA E TERRAPLANAGEM

ferrovia moatize

Cliente

VIAPONTE – Projetos de Consultadoria de Engenharia S.A.

3/12

Extensão

201 kM

3/12

Localização

Nacala, Moçambique

3/12

Datas

2010 – 2011

3/12

Enquadramento

O empreendimento do Projeto de Reabilitação e Implantação da Ferrovia entre Moatize e Nacala (parte integrante do Corredor Nacala) consiste na construção de novos trechos de linha e na reabilitação de trechos existentes entre a Mina de Carvão em Moatize (Província de Tete) e o novo Porto de Nacala (Nacala Velha), atravessando os países de Moçambique, nas extremidades, e Malawi, na zona central, correspondendo a uma extensão total aproximada de 900 km, dividida em vários trechos.

A análise técnica efetuada pela IP Engenharia incidiu, essencialmente, sobre os trechos 2 e 3, correspondentes a traçado novo a construir, que se iniciam em Moçambique, na província de Tete, e terminam sensivelmente no centro do Malawi, perto de Liwonde, onde o trecho 3 se liga à linha férrea existente, junto à atual ponte sobre o Rio Rivi Rivi.

O trecho 2 tem uma extensão de cerca de 63 quilómetros, terminando junto da fronteira com o Malawi no vale do Rift.

O trecho 3, com cerca de 138 quilómetros, inicia-se no referido vale, atravessando uma zona de orografia bastante acidentada a Este do mesmo, implicando grande condicionamento do desenvolvimento do traçado em planta e perfil, muitas vezes em perfil de acentuada meia encosta, e, consequentemente, obrigando a situações de grandes movimentos de terras e implantação de Obras de Arte significativas.

  • Apoio técnico na análise e revisão do Projeto Base das especialidades de Geologia, Geotecnia e de Terraplenagens, dos trechos 2 e 3, do Projeto de Reabilitação e implantação da Ferrovia, no Corredor Moatize-Nacala, que culminou com a elaboração de um relatório que incluía:

- Análise das soluções propostas no Projeto Base, ao nível da adequação técnica e de facilidade de execução;

- Proposição de melhorias, com enfâse nas soluções de menor custo, de técnicas consagradas e cuja execução dependesse o menos possível da mobilização de equipamentos de grande porte e/ou de alta tecnologia.

  •  O apoio técnico prestado, no âmbito das especialidades de Geologia, Geotecnia e Terraplenagens, centrou-se na análise dos documentos de projeto, considerando aspetos como quantidade e qualidade das informações da fase de projeto básico e as suas implicações no desenvolvimento dos projetos e na adoção de soluções, ao nível das questões associadas com as escavações (inclinações de taludes e reforço), com os aterros (fundação, inclinações de taludes e materiais de construção), com a plataforma ferroviária e  com as fundações adotadas nas obras de arte especiais e materiais rochosos para o balastro e betões.

Ver projetos relacionados

Terminal Ferroviário do Porto de Nacala – Moçambique

Linha do Sena - Inspeção Ultrassónica do Carril – Moçambique

12/12